Weby shortcut
topo.jpg

Publicações

Atualizado em 19/11/14 09:23.

Revita do Museu Antropológico

Publicações

A Revista do Museu Antropológico é um periódico anual que se destina à publicação de artigos científicos nas áreas de Antropologia, Arqueologia, Etno-Arqueologia, Etno-História, Etnologia, Etnografia, Etnolingüística, Museologia e Museografia. Os trabalhos recebidos são submetidos à aprovação do Conselho Editorial da Revista.

Os trabalhos devem conter, no máximo, 30 laudas, incluindo as referências bibliográficas, as notas, os resumos, os gráficos e demais ilustrações.

O texto deverá ser digitado no programa WORD FOR WINDOWS, fonte 12, Times New Roman, 30 linhas e 70 toques por linha.

Os originais devem contemplar os dados dispostos na seqüência indicada:

1- Título:
se o trabalho foi apresentado anteriormente em congresso, como comunicação ou conferência, um asterisco aposto ao título remeterá a uma nota indicando o evento, a data e o local da sua realização.

2- Autor(es):
seguido(s) de asterisco(s) que remeterá(ão) a uma nota contendo a identificação da universidade de origem, titularidade acadêmica e funcional.

3- Resumo:
não poderá ultrapassar o limite de 200 palavras e deverá ser apresentado em língua portuguesa e em uma estrangeira. Caso o artigo seja escrito em língua estrangeira, o resumo deverá ser apresentado na língua de origem e em língua portuguesa.

4- Palavras-chave:
os originais deverão ser encaminhados em disquete ou CD, em duas cópias impressas e, ainda, vir acompanhados de endereço completo do(s) autor(es), número(s) de telefone e, se possível, fax e e-mail.

Para agilizar os procedimentos de publicação, antes de enviarem seus artigos ao Conselho Editorial da Revista, os autores deverão providenciar revisão lingüística de seus textos, bem como, das citações e referências bibliográficas, que deverão estar de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Os autores serão comunicados por carta ou por e-mail sobre a aceitação ou não de seus trabalhos.

Os autores dos trabalhos publicados na Revista do Museu Antropológico receberão três exemplares do respectivo número.

Os trabalhos deverão ser enviados para:

Revista do Museu Antropológico
Museu Antropológico da UFG
Av. Universitária, 1166, Setor Universitário
74605-010 Goiânia-Goiás-Brasil
Email:
museu@museu.ufg.br


Os volumes citados a seguir, já publicados, encontram-se à disposição, para consulta pelos interessados, na Biblioteca Especializada do MA/UFG.

V.1, n.1, p. 1-76, jan/dez, 1992
- Situação sociolingüística dos povos indígenas do Estado de Goiás e Tocantins: subsídios educacionais – Silvia Lucia Bigonjal Braggio
- Fonologia do Karajá – Marita Porto Cavalcante

V.2, n.1, p. 1-152, jan/dez, 1998
- Fritz Krause em Goiás – Thekla Hartmann
- Relações de gênero e noções de poder: uma relação dinâmica nas sociedades da Melanésia – Telma Camargo da Silva
- Grafismos de ação no Alto São Lourenço, sudeste do Mato Grosso – Irmhild Wüst e Ludimília Justino de Melo Vaz
- Projeto de Salvamento Arqueológico Pré-Histórico da Usina Hidrelétrica de Serra da Mesa-GO (PA-SALV-SM) – Dilamar Candida Martins
- Contato entre línguas: subsídios para educação escolar indígena – Silvia Lucia Bigonjal Braggio
- O empréstimo como mecanismo de ampliação lexical – Mônica Veloso Borges

V.3/4, n.1, p.1-196, jan/dez, 1999/2000
- Educação e diversidade cultural: refletindo sobre as diferentes presenças na Escola – Nilma Lino Gomes
- A instauração da escrita entre os Xerente:conflitos e resistências – Silvia Lucia Bigonjal Braggio
- Fazendo as regras: a relação dos Tapirapé com a escrita – Eunice Dias de Paula
- “Fala direito, Karajá!” – Luiz Gouvêa de Paula
- A educação na revitalização da língua e da cultura Karajá na aldeia de Buridina – Maria do Socorro Pimentel
- O fenômeno da diferenciação entre as falas feminina e masculina em línguas indígenas – Mônica Veloso Borges
- Dupla negação em Baré: uma explicação diacrônica – Christiane Cunha de Oliveira
- Os estudos de gênero na encruzilhada do universal e do particular – Berenice Alves de Melo Bento
- Antropologia e intertextualidade – uma interlocução entre “Grande sertão: veredas” e “Deus e o diabo na terra do sol” – Pedro Paulo Gomes Pereira
- Arqueologia Histórica aplicada ao reconhecimento de uma fazenda colonial – século XVIII – Margareth de Lourdes Souza

V.5/6, n.1, p. 1-328, jan/dez, 2001/2002
- Línguas indígenas brasileiras ameaçadas de extinção – Silvia Lucia Bigonjal Braggio
- Morte de língua ou mudança lingüística? Uma revisão bibliográfica – Thaïs Cristófaro-Silva
- Empréstimos Tupi-Guarani em Karajá – Eduardo Rivail Ribeiro
- As distinções entre as falas feminina e masculina no Karajá: subsídios ao projeto de educação e cultura indígena Maurehi – Mônica Veloso Borges
- A linguagem na construção social do conhecimento no contexto escolar indígena – Maria do Socorro Pimentel da Silva
- Notas sobre a situação sociolingüística dos Parkatêjê – Marília Ferreira
- Os Tapuios na narrativa etnográfica (início de uma revisão crítica da literatura existente sobre os Tapuios de Goiás) – Cristhian Teófilo da Silva
- Território e fronteira Brasil-Bolívia no país dos Chiquitanos – Joana Aparecida Fernandes Silva
- A ocupação indígena do pantanal de Cáceres, Alto Paraguai – do período pré-colonial aos dias atuais – Maria Clara Migliacio
- Reflexões sobre a nova Museologia – Maria Célia Teixeira Moura Santos
- Museu, literatura e emoção de lidar – Mário de Souza Chagas.

V.7, n.1, p. 1-127 , jan/dez, 2003
- Considerações sobre a arte tribal: objetos de arte e artefatos etnográficos – Rosirene Rodrigues dos Santos
- Aplicação do sensoriamento remoto à Arqueologia do Rio Paraná – Emília Mariko Kashimoto
- Revisão bibliográfica da Etno-História Paresi e sua contribuição para a Arqueologia de Tangará da Serra e Campos de Tapirapuã/MT – Gilson Rodolfo Martins
- Projeto de Salvamento Arqueológico da UHE Cana Brava, Estado de Goiás, Brasil: registro da memória – Dilamar Candida Martins, Judite Ivanir Breda, Rute de Lima Pontim

Série Documentos

É um veículo de divulgação científica, com periodicidade anual, destinado à publicação de relatórios técnico-científicos originados de pesquisa e de ações de ensino e extensão, produzidos individualmente ou por equipes de pesquisadores e servidores técnico-administrativos, vinculados ao Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás.

N.1, p. 1-86, 97/98
Relatório do levantamento e estudo da documentação do Museu Antropológico relativo ao período 1969-1982 – Marisis Cunha de Oliveira.

N.2, p.1-146, 2003
Relatório técnico-científico final – Projeto de Levantamento e Resgate Arqueológico da Rodovia TO-020 – Dilamar Candida Martins

Listar Todas Voltar